Quarta-feira, 31 de Março de 2004

serviço «Público» de qualidade.

O serviço «Público» de qualidade alerta para a grande saída deste clássico. Já amanhã, é favor não perder. Mesmo que não gostem, enviem para o Ardiloso. Eu amavelmente agradeço.

Postado por rodry às 20:01
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

diário de bordo.

A mudança temporal teve uma forte afectação espacial. Fui derrubado pelo "jet lag" que ainda hoje se manifesta. Foram estas madrugadas,foram estes últimos dias. Foi um abraço sentido, foi uma agradável surpresa. É o fim de um projecto de quase dois anos.

Postado por rodry às 19:48
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 29 de Março de 2004

Oh rejubilo! Oh loucura!

Talvez se torne moda! Era bom...
Postado por rodry às 20:55
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Trava-Línguas.

Hoje acordei com um trava-línguas na cabeça... andei toda a manhã a repeti-lo mentalmente; talvez estivesse relacionado com o que sonhei, mas não sei o que era... Desde miúda que os trava-línguas me fascinam, o jogo de palavras, o ritmo com que são "cantarolados"... lembro-me tão bem do sorriso matreiro do meu avô quando mos ensinava... Não resisti a pesquisar mais alguns para também os poder partilhar com o mesmo sorriso... Fica aqui o meu preferido...

O tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem
O tempo respondeu ao tempo que o tempo tem tanto tempo
quanto tempo o tempo tem.

Postado por rodry às 13:12
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

A Programação.

Se calhar sou eu que ando demasiado atenta à programação da televisão (não que veja muita), mas será que ainda ninguém reparou que os filmes que passam na SIC e na TVI são sempre repetidos?! Quem nunca notou que o «Sózinho em casa» já deu umas boas 20 vezes, então é porque anda mesmo muito distraído! E filmes que chegam a dar 2 vezes no mesmo mês? Não sei bem o que se passa na cabeça das pessoas que fazem a programação, mas acho que todos nós vamos agradecer se, em vez de repetições, de vez em quando, nos presentearem com estreias na televisão.

Postado por rodry às 00:04
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 28 de Março de 2004

domingo à tarde.

O meu patrulhamento bloguístico leva-me a crer que a blogosfera portuguesa tirou férias durante o fim de semana. Só sobram mesmo os que jamais descansam, não é Barnabés? E claro, os do serviço público do costume.

Postado por rodry às 18:03
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 15.

E porque hoje é domingo, decido-me por um músico, poeta desconhecido da grande massa. Ao ouvir pela primeira vez este senhor (LKJ), achei peculiar a sua escrita, mas um pouco da sua mensagem havia ficado retida. Ainda que sem grande impacto, pois retratava uma realidade algo distinta da que vivo. Mas o grande Linton Kwesi Johnson não deixa de ser referência, os seus poemas são história para a comunidade negra de Inglaterra. LKJ foi a minha iniciação no mundo do Dub. Este seu Sonny's Lettah (Anti-Sus Poem) é um marco; From Brixton Prison, Jebb Avenue London S.W. 2 Inglan/ Dear mama/ good day /I hope that when these few lines reach you they may/ find you in the best of health/ I doun know how to tell ya dis/ for I did mek a solemn promise/to tek care a lickle Jim/ an try mi bes fi look out fi him/ mama, I really did try mi bes/ but none a di less/ sorry fi tell ya seh, poor lickle Jim get arres/ it was de miggle a di rush hour/ hevrybody jus a hustle and a bustle/ to go home fi dem evenin shower/ mi an Jim stan up waitin pon a bus/ not causin no fuss/ when all of a sudden a police van pull up/ out jump tree policemen/ de whole a dem carryin baton/ dem walk straight up to me and Jim/ one a dem hold on to Jim/ seh dem tekin him in/ Jim tell him fi leggo a him/ for him nah do nutt'n and 'im nah t'ief, not even a but'n/ Jim start to wriggle/ de police start to giggle/ mama, mek I tell you wa dem do to Jim?/ mek I tell you wa dem do to 'im? [...]

Postado por rodry às 10:48
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Portugueses e portuguesinhos.

Portugal não é, muito honestamente e sem qualquer margem para dúvidas, terra de portugueses, mas sim de portuguesinhos. Uma sub-espécie do real português. Não é a ameaça exterior que o diminui, de modo algum. É mesmo o português que a pouco e pouco se vai tornando diminuto. No sentido em que se torna incapaz de realizar o que quer que seja e aproveita sempre para andar à trela de quem ainda se mexe. Mas bem pior do que um portuguesinho e como diz o ditado, só mesmo dois portuguesinhos ou uma multidão deles. Se só por si, um já é uma tremenda confusão, vejam agora muitos. É exactamente isto que acontece em tudo o que se passa por cá.
Postado por rodry às 09:27
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 27 de Março de 2004

Ernesto, o escritor.

Li isto há algumas horas e também não parei de rir como o MacGuffin’s. Mas agora e bem a propósito do lançamento do novo Ensaio de José Saramago, chegam as mais diversas reacções sobre as formas de pensar do escritor. Mais do que as ideologias políticas de Saramago para com o mundo e Portugal em particular, o que me interessa é a sua escrita. Quanto a mim, só me resta comprar o Ensaio sobre a lucidez (Caminho) muito brevemente.

Postado por rodry às 23:34
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Ai!, que me dói.

Doi-me o cotovelo, literalmente!
Postado por rodry às 14:22
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e o que eles não fazem.

«Uma sondagem dizia que eu tenho muitos apoiantes entre as senhoras e os jovens. Então se eu raspar o cabelo e usar um brinquinho é que vai ser [...]»
Who knows? Mas irá com toda a certeza pertencer à categoria dos amigalhaços, colegas, primaços, sócios, etc... Oxalá use um daqueles bonés com brinquinho.

Postado por rodry às 10:12
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

arre que é da Mandala, 2.

Bem ando com aquele feeling que estes rapazes (Mandala) não andam a fazer as coisas como deve de ser. Será da recessão? Sketches ranhosos todos nós fazemos, mas este tipo de gestão chega quase à desonra, pelo menos no que toca à usurpação da figura. Obrigado ao Causa-Nossa pela atenção. Não tarda nada e dizem que tenho alguma coisa contra o contra-informação.

Postado por rodry às 09:41
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 26 de Março de 2004

O Primeiro Dia, 6

E entretanto o tempo fez cinza da brasa
e outra maré cheia virá da maré vazia
nasce um novo dia e no braço outra asa
brinda-se aos amores com o vinho da casa
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida.

Escolhi esta letra e música de Sérgio Godinho, que acaba com esta 6ª estrofe, talvez por retratar duma forma muito própria o percurso que levamos ao longo das nossas vidas.

Postado por rodry às 17:11
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 14.

Sempre que oiço os Mercury Rev, vem-me logo à cabeça uma qualquer publicidade Optimus, aquele Endlessly. Os Mercury Rev transpiram calma e bem estar, recomendam-se. O som tem sabor a primavera, as letras são uma delícia; into a dream, I took a turn, and promised to return/ the way we were, the way we met, the way I lit your cigarette/ the way it trailed, into a stream, and lay down between/ you had to choose, a side to lose, and divide yourself in two/ the way you were, long before, you were a walkin' civil war/ but you forget, where the road goes, and tonite it shows[...]
Postado por rodry às 11:31
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Na madrugada, 8.

A madrugada é certamente o meu poço de recordações recentes. A madrugada é também com toda a certeza o dedo indicador que me aponta as mais variadíssimas faltas. A madrugada não perdoa, é como algumas pessoas.

Postado por rodry às 09:48
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 24 de Março de 2004

O Primeiro Dia, 5.

Enfim duma escolha faz-se um desafio
enfrenta-se a vida de fio a pavio
navega-se sem mar, sem vela ou navio
bebe-se a coragem até dum copo vazio
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

SG (claro!!)

Postado por rodry às 19:15
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

2 em 1.

Às vezes dou por mim a pensar que sou duas pessoas na mesma embalagem. Próximo da noite, tenho montanhas de planos e imensa vontade de os concretizar; de manhã, assim que o despertador toca, rendo-me ao sono e só quero ficar sossegada a dormir...

Postado por rodry às 18:56
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

um desabafo.

Em dias como o de hoje sinto-me assaltado por um esquisito e inquietante sentimento. O de que vivo no país da comédia, rodeado pelos mais variados comediantes.

Postado por rodry às 18:15
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Viva o Marocas.

Antes de mais, quero referir que não tenho preferências políticas, visto ter ideais políticos que considero utópicos. Nunca votei e, no dia em que for votar, ou voto em branco ou anulo o boletim com traço de cima a baixo.
Há dias atrás, ouvi na rádio, fortes críticas ao Mário Soares por apoiar e defender um diálogo com os terroristas.
Vi hoje, durante o dia, uma entrevista excelente na SIC Notícias (perdoem-me a publicidade), onde o mesmo se defendia duma maneira brilhante das críticas das quais foi alvo e, onde argumentava que países tais como os Estados Unidos, que declaram guerra ao terrorismo são os primeiros a passar a "mão pelo pêlo" a terroristas tais como o Cadafi.
Já há muito tempo que via Mário Soares como uma máquina política desactivada mas, gostei de ver esta semana, a velha máquina a funcionar duma forma astuta e voraz.
Mais uma vez, quero referir que não tenho nenhum tipo de preferências políticas, quer à direita, quer à esquerda. Gostei, simplesmente, de ver uma figura emblemática do nosso país dar uma lição moral e política aos políticos e comentadores no activo.

Postado por rodry às 01:34
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

O Primeiro Dia, 4.

Depois vêm cansaços e o corpo fraqueja
olha-se para dentro e já pouco sobeja
pede-se o descanso, por curto que seja
apagam-se dúvidas num mar de cerveja
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

SG (claro!!)



Postado por rodry às 01:06
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 23 de Março de 2004

"A Paixão de Cristo" Bate Recordes de Bilheteira.

Segundo outras fontes estatísticas também bate em mortes por ataque cardíaco.
Postado por rodry às 22:03
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

arre que é da Mandala.

Que me desculpem os amigos da Mandala. Mas alguns sketches do Contra Informação, fazem-me lembrar certos posts meus. Cozinhados em panela de pressão.

Postado por rodry às 21:50
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Definitivamente, eu não vou!

«O recrutamento de contratados para as Forças Armadas (FA) não é suficiente nem satisfatório, assumiu ontem o ministro da Defesa, Paulo Portas. Vai, por isso, ser lançada "uma campanha de promoção de imagem como nunca se viu" e uma outra para cativar potenciais candidatos, em eventos como o Rock in Rio, os jogos do Euro, a Volta a Portugal em bicicleta e a final da Taça de Portugal.»

É para rir ou para chorar?!

Postado por rodry às 20:57
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

pequenos fragmentos.

Já há algum tempo que o Ardiloso pretende iniciar os «pequenos fragmentos», na tentativa de um dia mais tarde poder vir a usar um Arquivo Temático. Também numa tentativa de simplificação do blogue, da sua estrutura. Talvez a própria tentativa de manter aquele aspecto arrumadinho que o Ardiloso pessoalmente não atinge.
Feita a apresentação da categoria, fica o fragmento em si. «E olhem que em casa dele a própria cozinheira lhe dá bofetadas. Toda a gente sabe. Não compreendo a vantagem de se servir num departamento. Rendimentos absolutamente nenhuns.[...] Tem uma casaca nojenta, um focinho a pedir que lhe cuspam, mas vejam só a casa de campo que ele aluga![...] Tem um ar tão submisso, é todo delicadezas: "Empresta-me aí o seu canivetezinho para afiar uma peninha."[...]» O pequeno excerto vem de o Diário de um louco, Nikolai Gógol (Assírio & Alvim).

Postado por rodry às 19:14
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 13.

Hoje pensei que o «e a manhã torna-se eclética» deveria ser feito pelas mãos do destino. E o destino tirou de um monte de cd's a Ost do Kill Bill, Vol.1. Vale acima de tudo por este, «I was five and he was six/ We rode on horses made of sticks/ He wore black and I wore white/ He would always win the fight/ Bang bang, he shot me down/ Bang bang, I hit the ground/ Bang bang, that awful sound/ Bang bang, my baby shot me down/ Seasons came and changed the time/ When I grew up, I called him mine/ He would always laugh and say/ "Remember when we used to play?" [...]». Filha de peixe também sabe nadar e Nancy Sinatra tem tudo o que o verdadeiro Sinatra teve.

Postado por rodry às 18:51
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Fica aqui uma dúvida...

Porque é que está escrito "MINHO", no tecto da estação de S. Bento junto ao relógio?
Postado por rodry às 16:15
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 22 de Março de 2004

na lua.

O emocionante lanche de fim de tarde deixou-me completamente aluado. Dou por mim a cometer pequenas asneiras e sai-me um sistemático «Oh, foda-se...», uma espécie de R. volta à terra.

Postado por rodry às 23:06
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Para que se saiba, os «Rosa» também vão.

Os gays e lésbicas, ou mesmo amigos de ambos também vão ao Euro 2004. Quem o diz e passo a citação do Jornal da Noite, é o Portugal Gay, com o seu Guia. Acho bem manterem o pessoal informado das cidades e das suas atracções, dos seus roteiros de preferência gay. Mas será que existe alguma necessidade de estarmos informados sobre as preferências de quem vai ao Euro? Penso que não. Será que por sabermos isso, teremos de arranjar algum tipo de precaução? Não me parece. Serão estas pessoas seres de outro mundo? De novo não.
Mas noto quase sempre um exagero por parte destas comunidades homossexuais e bissexuais, no que diz respeito a acções que têm. Pecam pelo excesso, pelo alarido que criam em quase tudo o que fazem. Parece que gostam de marcar presença, mostrar que estão lá, dizer-se diferente quando nem sempre assim o são. Aqui entre nós e que ninguém nos ouça, se eu fosse gay (não sou, ponto final) deveria andar para aí a tornar do conhecimento público e alegremente que iria estar aqui ou ali, que faria isto ou aquilo!? Penso que não, e mesmo que o fizesse, não iria certamente expor a minha preferência sexual.
Com isto, não tarda nada e voltamos ao ambiente de Segunda Grande Guerra, para quando o povo Judeu passou a usar por obrigatoriedade a Estrela de David, para mais fácil distinção dos malditos Nazis. Tudo me leva a crer que as ditas «comunidades rosa» queiram de bom grado uma espécie de braçadeira rosa ou arco-íris no bracinho ou faixa no casaquinho, que lhes sirva de distinção.

Postado por rodry às 22:59
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Por consideração a Cidália Henriques...

...fica aqui uma nota: escreve-se pejorativo (pejorar + -tivo). Os jornalistas não são, de modo algum, exemplos a ter em conta no bom uso do português.

Postado por rodry às 21:29
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

O Primeiro Dia, 3.

E é então que amigos nos oferecem leito
entra-se cansado e sai-se refeito
luta-se por tudo o que se leva a peito
bebe-se, come-se e alguém nos diz: bom proveito
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

SG (claro!!)


Postado por rodry às 21:20
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Tilt

Hoje trabalhei até dar o tilt, mas valeu a pena.
Postado por rodry às 17:37
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 21 de Março de 2004

e vai uma palavrinha, 5.

Estar constipado é terrível. A imanente sensação de mal estar.
do Lat. immanente
adj. 2 gén.,
                 que reside na própria essência do todo;
                 que persiste;
                  permanente;
                  perdurável.

Postado por rodry às 18:56
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

...

Ainda esta tarde enquanto escrevia o post de domingo ia comentar que para além da revista do JN, é hábito ler a carta de editor da Grande Reportagem. Mas esta semana e para meu grande espanto, não encontro a assinatura do mestre. Mas o mestre descobriu o Ardiloso não sei bem como. Ver para crer.
Para ajudar na comemoração de tal feito, só mesmo os meus parceiros de blogue e claro os Specials. Porque a tarde também pode ser eclética.
Postado por rodry às 17:29
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

List

Und du? Bist du hinterlistig?
Postado por rodry às 15:26
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

vai uma bússola?

Agrada-me ler o Notícias Magazine do JN aos domingos, somente pela última página. O sr. Manuel Ribeiro, economista ou não (acho que apanhei o vício), não importa, tem uma forma de humor corriqueira, mas muito engraçada. As suas formas provocatórias para com o mundo feminino são das poucas coisas que me movem a ler a referida revistinha todos os domingos. Por vezes e esta semana não foi caso, estúpido mesmo, são aquelas pessoas que o levam a sério e mandam das mais variadíssimas cartas. Mas é bem verdade que «quando passamos um mapa para as mãos de uma mulher [...]» temos de estar preparados para darmos connosco no meio do nada. E o pior mesmo tende a ser que «ainda ninguém conseguiu explicar cabalmente a origem desta insuficiência genética que atinge quase totalidade das mulheres e que se transmite de mães para filhas.»

Postado por rodry às 14:47
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

O Primeiro Dia, 2.

Pouco a pouco o passo faz-se vagabundo
dá-se a volta ao medo, dá-se a volta ao mundo
diz-se do passado, que está moribundo
bebe-se o alento num copo sem fundo
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

SG (claro!!)

Postado por rodry às 03:12
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

A nostalgia...

Era tudo melhor e tão mais simples quando se era criança...
Zangávamo-nos e era «nunca mais falo contigo», «nunca mais sou teu/tua amigo/a»... passados 5 minutos e sem nos darmos conta, já éramos os/as melhores amigos/as de sempre...
Surpreendíamo-no e ficávamos felicíssimos por coisas (para nós de hoje) ridiculamente simples e fáceis, como um qualquer brinquedo dos ovos kinder, o simples chegar a casa do pai ou da mãe...
Crianças aparentemente inconscientes, irresponsáveis e imaturos que por vezes eram bem mais conscientes, responsáveis e maduras que os próprios pais...
A falta de normas e valores, que visto bem as coisas, não são necessários para nada, senão para complicar as coisas...

Postado por rodry às 01:38
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Hey Jude.

«Hey Jude» também é muito bom.
E eles lá sabem... é das melhores recordações que tenho.

Postado por rodry às 00:30
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Speaking words of wisdom.

When I find myself in times of trouble
Mother Mary comes to me
Speaking words of wisdom
Let it be
And in my hour of darkness
She is standing right it front of me
Speaking words of wisdom
Let it be
(...)
And when the broken hearted people
Living in the world agree
There will be an answer
Let it be
For though they may be parted there is
still a chance that they will see
There will be an answer
Let it be
(...)
And when the night is cloudy
There is still a light that shines on me
Shine until tomorrow
Let it be
I wake up to the sound of music
Mother Mary comes to me
Speaking words of wisdom
Let it be
(...)
Postado por rodry às 00:23
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 20 de Março de 2004

e a manhã torna-se eclética, 12.

E porque hoje é fim de semana, e porque hoje mais do que nunca preciso de um revitalizante, acordo bem duro; Hello operator/can you give me number nine?/can i see you later?/will you give me back my dime? [...]. São os The White Stripes e a sua pureza musical.

Postado por rodry às 09:47
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

o sinal.

Sei perfeitamente que sou menino da mama, pieguinhas. Que passo a vida a queixar-me da própria vida, que não dou tréguas a este tipo de ser. Mas hoje, acho que até tenho razões para ser assim como aparento ser. Infelizmente parece-me que quando estou mesmo doente, perco todas estas estranhas manias.
Deve ser este o sinal. Só tenho razões para ser irritante e repetitivo quando estou em silêncio.

Postado por rodry às 09:16
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Arte Inútil.

"Podemos perdoar a um homem que não admire uma coisa que fez, se ela é útil. A única desculpa para fazer uma coisa inútil é admirá-la intensamente. Toda a arte é perfeitamente inútil."

Oscar Wilde
Postado por rodry às 02:08
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 19 de Março de 2004

Manias.

Fico irritadíssima quando decidem desmarcar coisas que já estavam marcadas há montanhas de tempo, principalmente se o motivo não for grande coisa e eu tiver recusado algum convite para poder ir ao que foi desmarcado. Enfim, manias...

Postado por rodry às 13:49
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 18 de Março de 2004

O Primeiro Dia, 1.

A principio é simples, anda-se sozinho
passa-se nas ruas bem devagarinho
está-se bem no silêncio e no burburinho
bebe-se as certezas num copo de vinho
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

SG (claro!!)

Postado por rodry às 13:57
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 17 de Março de 2004

Coisas fúteis.

Queria umas castanholas...
Postado por rodry às 20:01
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 11.

Já tinha imensas saudades desta música que em tempos marcou o seu espaço.
Come Closer
No hesitation
Give me
All that you have
And it's been so long, that I can't explain
And it's been so wrong
Right now, so wrong [...]

Humming - Portishead

Postado por rodry às 19:36
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Portugueses Dormem Cada Vez Menos.

Eu que o diga.
Postado por rodry às 19:13
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Ser Feliz.

Num dia como o de hoje, em que o mundo parece que se voltou contra mim, dou por mim a ser assaltado, por duvidas existenciais típicas da idade do armário.
Mas a questão que mais me ocorre, é se realmente a Felicidade existe, ou se somos nós que a fazemos duma maneira ou de outra!?
Veio-me à memória, uma frase e uma estrofe que marcaram a minha dita "fase do armário":
Voltaire afirmou que "Os Homens que procuram a Felicidade, são como os embriagados que procuram a sua casa, sabem que a têm mas, não a encontram."
Por sua vez Fernando Pessoa recitou:

"Às vezes em sonho triste

Nos meus desejos existe

Longínquamente um país

Onde ser feliz consiste

Apenas em ser feliz"

Gostaria de partilhar isto convosco, visto que a mim, isto me dá que pensar. Pensar se chegamos alguma vez a ser realmente felizes, ou se dias como o de hoje não são exemplo e, devemos continuar a procurar a nossa Felicidade ou a tentar construí-la.

Postado por rodry às 00:50
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 16 de Março de 2004

Suzie.

Suzie... a ironia da alcunha, aparentemente carinhosa, funciona na perfeição. Obrigada ó coleguinha!
Postado por rodry às 22:20
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Peepshow's e faltas de qualidade.

Acabo de ler o blogue. Fico com a plena sensação de que deveria apagar dezenas de posts escritos até à data. São mediocres, alguns deles maus mesmo. Vejo um certo declínio na qualidade do blogue em geral e dos meus posts. Será que alguma vez houve qualidade? Certamente não, mas agradava-me mais o que ia escrevendo. Mas então porque não apago simplesmente os posts, é só isso que falta. É-me dificil desfazer de pequenas coisas, especialmente aquelas que tenham sido edificadas por mim.
No entanto, deixo desde já uma adenda face a esta perda de qualidade segundo o meu ponto de vista. No dia em que escrever algum post onde conste, «hoje tive um orgasmo, soube-me pela vida. Não crêem? [...]», será o dia em que deixarei nesse mesmo instante de escrever mais alguma coisa.

Postado por rodry às 20:01
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

.Awards

.Pesquisar por aqui

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Postas recentes

. sem titulo que também fic...

. sonhos.

. pequenos fragmentos, 41.

. pequenos fragmentos, 40.

. pequenos fragmentos, 39.

. pequenos fragmentos, 38.

. pequenos fragmentos, 37.

. pequenos fragmentos, 36.

. o estatuto estrela,

. uma colorida animação por...

.O Mundo

  • Um Pouco Mouco
  • Abrupto
  • anårca constipadö
  • A Barriga de Um Arquitecto
  • A Blasfémia
  • A Ervilha Cor de Rosa
  • A Natureza do Mal
  • A Origem das Espécies
  • A Sexta Coluna
  • Beco das Imagens
  • Big Black Boat
  • Bomba Inteligente
  • Causa-Nossa
  • CineBlog
  • Contra a Corente
  • Comprometido Espectador
  • Essas Cores
  • Gorrila Vs. Bear
  • Grandes Sons
  • Guronsan
  • Heptahedron
  • Homem a Dias
  • Klepsýdra
  • Marretas
  • MOKB
  • Nova Frente
  • OMBDU
  • Pimenta Negra
  • Post Secret
  • Roda Livre
  • Sapo Blogs
  • Sound + Vision
  • Still Kissin'
  • Três Pastelinhos
  • Voz do Deserto
  • .O Mundo Encalhado

  • Aviz
  • Babugem
  • Barnabé
  • French Kissin'
  • Opiniondesmaker
  • O Inimigo Musical
  • Ser Portugues (Ter Que)
  • .Informação

  • Acabra
  • Blitz
  • DN
  • Expresso
  • JN
  • Público
  • .Biblioteca

    . Julho 2017

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2013

    . Julho 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Maio 2009

    . Abril 2009

    . Março 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Novembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Junho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    . Setembro 2006

    . Julho 2006

    . Junho 2006

    . Fevereiro 2006

    . Janeiro 2006

    . Outubro 2005

    . Setembro 2005

    . Agosto 2005

    . Maio 2005

    . Março 2005

    . Fevereiro 2005

    . Dezembro 2004

    . Novembro 2004

    . Outubro 2004

    . Setembro 2004

    . Agosto 2004

    . Julho 2004

    . Junho 2004

    . Maio 2004

    . Abril 2004

    . Março 2004

    . Fevereiro 2004

    . Janeiro 2004

    .Tags e grafitis

    . fragmentos

    . humor

    . instantâneos

    . interesses

    . melomania

    . palavras

    . por aí

    . por aqui

    . vidas

    . vimeo

    . you

    . youtube

    . todas as tags

    .Estatistica

    Add to Technorati Favorites
    Site Meter

    .Alojamento