Domingo, 30 de Maio de 2004

Desenrascanço.

O significado de ser-se português.

Postado por rodry às 18:39
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 27.

Depois do filme de ontem, acordei e senti-me de certa forma nostálgico. Não procurei ouvir um Hendrix ou um Clapton. Nem uns Doors ou um Gainsbourg. Hoje o que sabia bem eram uns Kinks e o seu Arthur. Now that you've found your paradise/ This is your Kingdom to command/ You can go outside and polish your car/ Or sit by the fire in your Shangri-la/ Here is your reward for working so hard/ Gone are the lavatories in the back yard/ Gone are the days when you dreamed of that car/ You just want to sit in your Shangri-la/ Put on your slippers and sit by the fire/ You've reached your top and you just can't get any higher/ You're in your place and you know where you are/ In your Shangri-la/ Sit back in your old rocking chair/ You need not worry, you need not care/ You can't go anywhere/ Shangri-la, Shangri-la, Shangri-la

Postado por rodry às 12:57
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

os sonhadores.

Ontem consegui finalmente ver o The Dreamers de Bernardo Bertolucci. É bom, é nostálgico para gentes daquela época. Será mais nostálgico para gentes que viveram aquilo. Mas é mais do que isso. É uma descoberta de amizade e amor em tempos de mudança. Paris, Maio de 68 como décor e três jovens que se vão conhecendo a todos os níveis (sobretudo sexualmente). Um final bem delineado e previsível. Boa música, bastantes referências cinematográficas e até uns quatro segundos de Jean Seberg. Bom.

Postado por rodry às 12:37
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Candidato a Exame de Código "Ajudado" por Microcâmara.

Ao ler esta notícia imediatamente pensei, - «Quem diria em Portugal. Que sofisticado.» Isto parece ser coisa de filme de ficção científica, ou de grande avanço tecnológico. Mas não, aconteceu mesmo por cá. No entanto não deixa de ser estranho como uma pessoa supostamente analfabeta consegue bem lidar com material de avanço tecnológico, feito espião de sua majestade. Foi a microcâmara, foi todo aquele equipamento de telecomunicação sem fios. Apesar de ter sido um acto ardiloso não deixa de ter uma certa pinta.

Postado por rodry às 12:06
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 27 de Maio de 2004

a cidade do porto lembra-me a galea.

Postado por rodry às 20:14
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 25 de Maio de 2004

quando traímos... (plágio de mim mesmo).

« [...]é um atchim que nos mata asfixiados e de repente.[...] é assim que nos sentimos quando nos contam coisas destas.. é assim que se sente quem conta.. porque já pensou em como o atchim vai ser.. já vislumbrou todos os atchims do mundo e tentou escolher um que não fosse nada mau no meio de tal catastrofe.[...]»
No entanto existem aqueles atchim's que jamais nos deixarão viver em conformidade. Eu tenho um atchim bem cravado no corpo, e sinto que durante muito tempo o tentei minimizar em vão. Os atchim's deviam estar erradiados do nosso ser.

Postado por rodry às 22:47
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 24 de Maio de 2004

expressão do dia.

O que me irá fazer recordar o dia de hoje, veio com a brilhante expressão de «a foda mágica». Euronews: no comments.
Postado por rodry às 23:16
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

who would have guessed.

Bem que eu percorri a blogosfera, bem que tentei descobrir com esmerado empenho se mais alguém se teria lembrado que hoje Bob Dylan atingia os 63 anos. Não que seja importante, mas de certa forma queria saber se mais alguém detinha esta data na memória como eu. Tenho e não sei bem porquê. Acho que desde que ouvi pela primeira vez o Highway 61 Revisited tentei não esquecer este senhor e o que ele havia representado a toda uma geração. Parabéns Robert Allen Zimmerman.

Postado por rodry às 23:00
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

Raios!

Mais uma mania minha...Adoro ficar a observar os raios e trovões durante a trovoada... </ P>

Postado por rodry às 00:21
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 23 de Maio de 2004

«Somewhere Over the Rainbow».

Hoje o senhor Daniel Oliveira tocou-me fundo. Acho que disse de forma explicita o que penso em relação à questão Palestiniana.
Postado por rodry às 12:08
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

"Agora na comunidade europeia...", 4.

Não creio que seja mesmo em toda a comunidade europeia, mas em Portugal é garantidamente assim. O uso de publicidade por parte da indústria tabaqueira chegou ao ridículo. Oferecer prémios em que os possíveis clientes alvos são as camadas mais novas.
É natural que, para existir venda e lucro exista toda uma necessidade de marketing, porém quando esse mesmo marketing é “virado” para uma determinada faixa etária, a coisa complica-se. Não é preciso darmos brinquedos a miúdos, quando podemos bem dissuadi-los com simples pacotes de mensagens escritas à borla. É certo que todas as faixas etárias podem usufruir do prémio, no entanto, penso ser do senso comum que são os mais jovens quem presta mais atenção a estas promoções de telecomunicações. No caso dos maços LM, creio que a taxa de prémios é mesmo elevada. Vá lá malta, toca a comprar, afinal fumar não deve ser assim tão mau. Até dá prémios.


Postado por rodry às 11:58
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 21 de Maio de 2004

e a manhã (madrugada) tornou-se eclética, 26.

Enquanto a cabeça vagueava com mais uma qualquer crise de ansiedade da noite passada, o discman ao lado da cama corria um dos cd's mais completos que devo possuir. São os Flaming lips e o seu The Soft Bulletin. Existem temas que não nos deixam indiferentes. Neste álbum são todos, mas em especial este; Putting all the vegetables away/ That you bought at the grocery store today/ And it goes fast/ You think of the past/ Suddenly everything has changed/ Driving home, the sky accelerates/ And the clouds all form a geometric shape/ And it goes fast/ You think of the past/ Suddenly everything has changed/ Putting all the clothes you've washed away/ And as you're folding up the shirts you hesitate/ Then it goes fast/ You think of the past/ And suddenly everything has changed.

Postado por rodry às 00:02
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 19 de Maio de 2004

curiosidade.

O imdb hoje promovia como filme do dia, Requiem for a Dream. A tia J. tem este filme em grande estima e conta. Eu cá tenho o dvd região 1. A paranóia sobe a cada final do filme. O som, as imagens quase em strobe, o sentido apoteótico, deixa-me vislumbrado e de rastos. É cruel e ao mesmo tempo imensamente honesto e necessário como resultado de abre olhos.
Postado por rodry às 21:19
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 25.

Ontem revi pela sexta ou sétima vez um dos grandes filmes de Jim Jarmusch; Ghost Dog - The way of the samurai. Serviu de aperitivo enquanto aguardo ansiosamente por Coffee and Cigarettes, serviu também para rever Forest Whitaker e The Rza. Despertei com uma imergente vontade de ouvir a O.S.T do filme e assim passei a viagem da manhã com as remisturas de Rza para o filme. Para quem não aceita muito bem este mundo de Hip Hop, Rap, ouvir The Rza, (que para quem não sabe editou o primeiro episódio de Kill Bill) faz com que a aceitação seja de alguma forma melhorada. Pois até passamos a tolerar os repetidos beats. No ouvido ficou a Opening Theme (Raise Your Sword).
Postado por rodry às 21:04
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

calor.

O calor interrompe o pensamento e a fluídez de pensamento. Por isso não escrevo. Leio, corro, passeio.
Postado por rodry às 20:42
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 15 de Maio de 2004

frequências.

Frequentemente o Ardiloso sente-se desencantado com a música. Hoje está assim. Com abrangência de escolha mas sem o que escolher. Como se a falta de novidades o deixasse apático.

Postado por rodry às 12:23
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 13 de Maio de 2004

Calões e muletas de linguagem

Calões - palavras que já existem, em muitos dos casos, mas cujo sentido é corrompido. Outros são palavras inventadas e completamente desnecessárias à língua portuguesa. Mas há alguns que até poderão ser, de facto, úteis.
Se bem que depois surgem problemas de comunicação (quando já é complicado o suficiente comunicar), de quando uma pessoa desconhece o calão ou expressão calão. Exemplo: aprendi no outro dia que "tirar bilhete" quer dizer ir embora. Isto dito na Queima das Fitas, como foi o caso, deu origem a alguns equívocos.
Mas enfim, pior que isso são mesmo as muletas de linguagem (epa, olha, tipo, e isso, haaaaã, etc.) - expressões que se usam durante o compasso de espera em que uma pessoa pensa no que vai dizer, a meio do discurso. Isto entristece-me, porque reconheço que eu própria as uso muito. São um vício, uma praga. Tornam o discurso mais lento e fica-se muitas vezes com a sensação de que o indivíduo fartou-se de falar, mas não disse nada.
Um cliché para terminar: olhem para o que eu digo e não para o que eu faço.
Postado por rodry às 01:26
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 12 de Maio de 2004

nova maça transgénica.

Nada melhor do que poder parar durante um quarto de hora durante a tarde e ocupar quase selvaticamente o parque infantil da Lavra. Existem fotografias e testemunhas oculares que o comprovam. Descansar um pouco, descomprimir outro tanto, estar um pouquinho na conversa e poder lanchar uma qualquer maça sumarenta e doce. Mas nada como as maças da S., essas são as maiores, as mais sumarentas do mundo. São em tudo transgénicas, até no sabor, «pois, são tão boas que até me babo toda, este sabor de laranja é mesmo do melhor...»
Postado por rodry às 22:32
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

ligações infindáveis.

A minha musa cinematográfica faz hoje anos. Sim, é claro que o ardiloso fala de Sofia Coppola. Para comemorar tal feito, começo hoje mesmo a ler Middlesex, Jeffrey Eugenides (D. Quixote). Livro que consagrou este brilhante autor com o prémio Pulitzer em 2003. O seu primeiro livro havia sido «The Virgin Suicides». Para quem não sabe, uma história que a própria Sofia Coppola aproveitaria para seu primeiro grande sucesso. Nada melhor que começar a folhear o novo livro ao som dos Air com o seu Premiers Symptomes. Também um primeiro trabalho destes senhores que tão bem entram em qualquer banda sonora de Sofia Coppola. (No entanto segundo li no IMDB, Sofia só fará aninhos daqui a dois dias.) E por falar em IMDB e Sofia Coppola, nada melhor do que espicaçar o MacGuffin com a "nossa" casta Scarlett Johansson, que confessou condutas menos impróprias e «pouco higiénicas» com um senhor que tem idade para ser seu pai num elevador de um hotel. Benicio Del Toro, não te posso ver nem pintado.

Postado por rodry às 22:07
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e o futebol continua.

Há coisas que não nos passam em claro. E uma delas, foi o inquérito intitulado «O meu onze» d' O Público de ontem. Não é que o conhecido escritor, Jacinto Lucas Pires, deu de sua opinião em relação ao onze para o Euro, e mais do que isso explicou o porquê do onze. «Acho que Portugal deve jogar ao ataque, porque esse é o nosso estilo.» Deveras, nem seremos nós uma selecção de posse de bola. Mas o flagrante mesmo, «[...] escolho Quim porque tenho dúvidas entre ele e Moreira, porque Ricardo e Baía estão em péssima forma, por razões diferentes talvez.» Já o afirmei por várias vezes e volto a fazer o meu voto. -Não entendo nada de futebol, mas pelos vistos não serei o único, com a diferença de guardar este tipo de bitaites desastrosos só para mim. Não sei se infeliz foi o escritor ou o jornalista com a bela da ideia do inquérito à personalidade.

Postado por rodry às 20:39
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 11 de Maio de 2004

Síndrome de Munchausen

"Distúrbio de foro psiquiátrico em que o indivíduo finge de forma consciente os sintomas de uma doença para chamar a atenção. Fá-lo por razões de ordem psicológica e não por motivações financeiras ou para se descartar de responsabilidades. Quem sofre desta síndrome tem normalmente uma baixa auto-estima, podendo mesmo inventar informações sobre a sua história clínica, mudar frequentemente de médico ou ter vontade de se sujeitar a procedimentos ou terapias, mesmo dolorosos, ainda que esteja plenamente consciente de que não sofre de qualquer problema físico. Curiosamente, quem sofre desta patologia é muito resistente em procurar tratamento para a mesma."
Postado por rodry às 23:13
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 10 de Maio de 2004

e a manhã torna-se eclética, 24.

Hoje a manhã torna-se eclética com a magnífica fusão entre Jimi Hendrix e James Brown, pela inquestionável voz de Lisa Kekaula. É Rock com sabor Soul Power, eles são os The Bellrays. Este antigo álbum da banda é frenético, mordaz, mas com bastante soul. Por isso, Let it blast.

Postado por rodry às 15:08
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 5 de Maio de 2004

formas de vida.

O ardiloso descobriu a forma perfeita, idílica para afastar aquelas fases de tristeza da sua modesta vida. Ainda que de forma bem vincada e esbanjadora, nada melhor do que nos perdermos numa qualquer Fnac e nos empanturrarmos com a aquisição de variada "cooltura". Foi assim que o nosso moço hoje afastou a tristeza inerente ao dia.
Ele é novos dvd's, ele é novos livros... ele é feliz de forma auto-enganadora.

Postado por rodry às 23:23
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 4 de Maio de 2004

para a noite. [Actualização em 05.05.2004, 23:33h]

Hoje não leio. Vou comer com os amigos, ficar colado à televisão durante noventa minutos e ver esse grande senhor que dá pelo nome de José Cid. É assim por cá a vida. Acabei por não poder rever esse grande senhor por questões climatéricas. Uma pena. Imensos remorsos.
Postado por rodry às 17:48
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

sem compasso mas com companhia.

Julgo que todos nós em alguma fase da nossa vida resolvemos meter mão à obra e fazer uma compilação musical para poder desfrutar daquelas musiquinhas escolhidas, para ter algo que distraía durante as viagens para o emprego, ou mesmo para oferecer a alguém especial. Pois foi isso mesmo que ontem fiz. Despendi de quase duas horas, para poder ter a minha primeira compilação do ano.
Comecei com imenso entusiasmo, devo ter feito a melhor pré-selecção de sempre. Mas a meio, exactamente a meio algo mudou o meu humor e acabei por ter uma compilação sem ordem de temas. É do senso comum que uma boa compilação é cheia de pequenos detalhes. Desde o tempo de cada lado, das músicas a serem introduzidas, da sua sequência e especialmente do tipo de prazer que queremos obter com a audição da compilação.
Contudo ontem, a coisa não correu bem por aí, e terminei a compilação desejada (no caso inesperada) com músicas ordenadas por ordem alfabética de bandas. É triste, mas ficou mesmo assim e no entanto julgo só não gostar de uma tema que ficou por lá perdido. Hoje já tive companhia de viagem. A minha compilação.


Postado por rodry às 17:44
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 2 de Maio de 2004

união europeia...

A partir de hoje somos mais do que as mães.
Postado por rodry às 20:38
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

os formatos digitais.

Li com bastante atenção o que escreveu Vítor belanciano no Público de hoje «Indústria da Música». Os formatos digitais são realmente o processo natural da indústria musical e não só. Os formatos digitais vieram mesmo para ficar, e de certa forma estão infimamente ligados à pirataria. Estão, porque aquando da criação do mp3, que surgiu para que se pudesse enviar “música” de um local para outro sem existir a necessidade física da cassete, do cd ou do vinil, houve quem industrializasse o conceito. Como tudo o que acontece neste mundo que gera negócio e economia. A razão para a pirataria é de alguma forma simples. No caso da música digital, a aquisição de forma rápida e directa. Contudo o problema já há muito que ultrapassou a pirataria. Hoje em dia e como escreveu o Vítor, o problema reside em como todas as partes saírem a ganhar com o negócio da música de formato digital. A Apple tem vindo de esta parte há já algum tempo na frente desta corrida com o Itunes. E para tal jogou pelo seguro. Lançou o serviço e o hardware necessário para o pleno funcionamento da coisa. É certo que podemos sempre ler os ficheiros adquiridos através do Itunes noutros leitores e/ ou ler outros formatos no nosso Ipod. É isto que os formatos digitais têm de bom, a diversidade de funcionamento. Depois nada me leva a crer que tenha sido a expansão da Internet que tenha trazido a quebra de vendas de música (cd’s). Mas sim os preços que têm sido cobrados pelas editoras e lojas em geral. No nosso caso, penso que seja o excessivo valor de Iva que torna um cd um bem de luxo. Apenas artigos de luxo são taxados a 19 %. No entanto discordo com uma das frases escritas por este senhor; «Depois do Napster, entram em acção outros "sites" que permitem troca de ficheiros como o Gnutella, Kazaa ou Soulseek e uma geração que nunca comprou CD’s nasce.» Que me desculpe, mas eu próprio uso um desses programas para aceder a novos sons, e se o faço, é essencialmente por três razões:
- O preço dos cd's que em nada ajuda. Hoje em dia, um qualquer cd custa quase 20 Euros.
- A aquisição de concertos não editados em qualquer formato.
- Ter rapidamente um novo álbum que ainda ontem foi editado lá fora e que só daqui por uns meses estará disponível no nosso (retrógrado) país.
Mas com tudo isto não quer dizer que não compre originais, bem pelo contrário, normalmente, e depois de uma audição, chamemos-lhe pré selecção, pois não podemos comprar tudo o que sai, costumo adquirir o dito cd ou mesmo o já precioso vinil. Por isso discordo essencialmente com o «geração que nunca comprou CD’s».

Postado por rodry às 19:42
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

já sei, sou do contra.

Gostos não se discutem, e o mais recente filme do mestre Tarantino desilude tanto. A fasquia era muito alta, provavelmente demasiado alta. Tarantino, mas que raio de história foi esta? Efeitos de pressão pública ou alucinogénicos em geral? Os filmes série B Japoneses e tudo o resto eram dispensáveis.

Postado por rodry às 15:22
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

e a manhã torna-se eclética, 23.

Where's the love song to set us free/ too many people down, everything turning the wrong way round/ and I don't know what love will be/ but if we stop dreaming now, lord know we'll never clear the clouds/ and you've been so busy lately/ that you haven't found the time/ to open up your mind/ and watch the world spinning gently out of time/ Feel the sunshine on your face/ It's in a computer now/ gone are the future way out in space/ and you've been so busy lately/ that you haven't found the time/ to open up your mind [...]
Blur - out of time, comentários ou explicações para quê?!

Postado por rodry às 15:08
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

frase lida numa parede da cidade.

A manhã hoje vestiu-se de verão! (não falo claro em termos metereológicos.)
Postado por rodry às 15:04
Link do post | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 1 de Maio de 2004

E para os palavreiros cruzados...

...uma página.
Postado por rodry às 12:45
Link do post | Adicionar aos favoritos
|

.Awards

.Pesquisar por aqui

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Postas recentes

. sem titulo que também fic...

. sonhos.

. pequenos fragmentos, 41.

. pequenos fragmentos, 40.

. pequenos fragmentos, 39.

. pequenos fragmentos, 38.

. pequenos fragmentos, 37.

. pequenos fragmentos, 36.

. o estatuto estrela,

. uma colorida animação por...

.O Mundo

  • Um Pouco Mouco
  • Abrupto
  • anårca constipadö
  • A Barriga de Um Arquitecto
  • A Blasfémia
  • A Ervilha Cor de Rosa
  • A Natureza do Mal
  • A Origem das Espécies
  • A Sexta Coluna
  • Beco das Imagens
  • Big Black Boat
  • Bomba Inteligente
  • Causa-Nossa
  • CineBlog
  • Contra a Corente
  • Comprometido Espectador
  • Essas Cores
  • Gorrila Vs. Bear
  • Grandes Sons
  • Guronsan
  • Heptahedron
  • Homem a Dias
  • Klepsýdra
  • Marretas
  • MOKB
  • Nova Frente
  • OMBDU
  • Pimenta Negra
  • Post Secret
  • Roda Livre
  • Sapo Blogs
  • Sound + Vision
  • Still Kissin'
  • Três Pastelinhos
  • Voz do Deserto
  • .O Mundo Encalhado

  • Aviz
  • Babugem
  • Barnabé
  • French Kissin'
  • Opiniondesmaker
  • O Inimigo Musical
  • Ser Portugues (Ter Que)
  • .Informação

  • Acabra
  • Blitz
  • DN
  • Expresso
  • JN
  • Público
  • .Biblioteca

    . Julho 2017

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2013

    . Julho 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Maio 2009

    . Abril 2009

    . Março 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Novembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Junho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    . Setembro 2006

    . Julho 2006

    . Junho 2006

    . Fevereiro 2006

    . Janeiro 2006

    . Outubro 2005

    . Setembro 2005

    . Agosto 2005

    . Maio 2005

    . Março 2005

    . Fevereiro 2005

    . Dezembro 2004

    . Novembro 2004

    . Outubro 2004

    . Setembro 2004

    . Agosto 2004

    . Julho 2004

    . Junho 2004

    . Maio 2004

    . Abril 2004

    . Março 2004

    . Fevereiro 2004

    . Janeiro 2004

    .Tags e grafitis

    . fragmentos

    . humor

    . instantâneos

    . interesses

    . melomania

    . palavras

    . por aí

    . por aqui

    . vidas

    . vimeo

    . you

    . youtube

    . todas as tags

    .Estatistica

    Add to Technorati Favorites
    Site Meter

    .Alojamento